EDUCAÇÃO

Ano letivo escolar de 2015 em MG terá novidades

BELO HORIZONTE (MG) - Responsável por organizar o funcionamento da rede pública estadual durante o ano letivo de 2015, a Resolução SEE nº 2.741, de 20 de janeiro de 2015, da Secretaria de Estado de Educação, foi publicada na edição desta quarta-feira (21) do Diário Oficial dos Poderes do Estado. O documento estabelece normas para a organização do Quadro de Pessoal das Escolas Estaduais e a designação para o exercício de função pública na rede estadual de educação básica e, neste ano, trouxe novidades.
Uma das principais mudanças é a permissão para que o professor habilitado em Educação Física lecione em turmas dos anos iniciais do ensino fundamental. Até o ano passado, o responsável por conduzir as aulas do componente curricular Educação Física nessa etapa de ensino era o regente de turma.
Com a nova resolução, podem dar essas aulas professores de Educação Física efetivos da escola que tenham horário disponível ou poderão ser designados professores habilitados para conduzir a aula. A aula de Educação Física somente será ministrada pelo regente da turma caso a escola não tenha um professor efetivo ou não consiga contratar um designado habilitado. A prioridade desse profissional, contudo, é para turmas de anos finais do ensino fundamental e ensino médio.
Outra novidade apresentada na resolução para o ano letivo de 2015 beneficia os estudantes que estudam à noite no ensino médio. Para estudar no período noturno, o estudante dessa etapa precisa comprovar o vínculo empregatício e este ano essa comprovação ficou mais fácil. Além da carteira de trabalho e do contrato, o aluno pode comprovar que trabalha com a apresentação da previdência social, em que se comprove a inscrição e recolhimento como trabalhador autônomo ou a apresentação de declaração firmada por um responsável e pelo próprio adolescente maior de 16 anos.
A lista de estudantes que podem estudar à noite foi ampliada, já que foram incluídas as notas judiciais publicadas no ano passado, construídas com base em questões práticas que surgiram à medida que as escolas priorizavam o atendimento do ensino médio no turno diurno. A resolução anterior, publicada em novembro de 2013, já contemplava alunos que comprovadamente trabalhassem, estivessem inscritos em Programas de Menor Aprendiz, estivessem matriculados nas turmas da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e que participassem de Programas de Educação Profissional concomitantes ao ensino médio. Este ano, estão incluídos também aqueles que estão regularmente matriculados como estagiários, estão submetidos a medidas socioeducativas, além de mães e pais adolescentes com filhos com menos de seis anos.
A resolução do quadro de escolas foi discutida com entidades da Educação, como o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE) e a Associação de Diretores de Escolas Oficiais de Minas Gerais (Adeomg). Segundo a secretária de Estado de Educação, Macaé Evaristo, o documento é importante para o funcionamento das escolas. “Espero que essa resolução possibilite que tenhamos um início de ano mais tranquilo, com maior estabilidade para a melhoria do aprendizado dos alunos”, afirma.
Novidades na organização
A resolução traz também algumas outras novidades que repercutem no dia a dia das escolas. Uma delas é a substituição de auxiliar de serviços de educação básica (ASB) em caso de afastamento. Até o ano passado, a contratação de um substituto só era permitida após 30 dias de afastamento. Com o novo documento, esse prazo diminuiu para 15 dias.
Algumas penalidades, que já eram previstas em anos anteriores, foram amenizadas esse ano. Como é o caso das faltas para servidores designados. O servidor designado que tinha um número de faltas superior a 10% de sua carga horária mensal de trabalho era dispensado. Agora, esse número sobe para 15%. Antes, o candidato à designação que aceitasse a vaga e não comparecesse no dia determinado só poderia ser novamente designado em escola estadual do mesmo município depois de 120 dias. Com a nova resolução o prazo cai para 60 dias.
Outra novidade afeta os professores efetivos da rede que ocupam cargos inferiores à jornada padrão do Estado, que é de 24 horas semanais. Um educador que não tinha o cargo completo na escola poderia completar por meio de extensão de jornada e tinha que renovar esse vínculo anualmente. Agora, o educador que assume um cargo vago do mesmo componente curricular da sua titulação e na mesma escola pode solicitar à Secretaria de Estado de Educação que a carga horária adicional integre sua carga horária, sem ultrapassar o limite das 24 horas semanais. Após essa alteração, sua carga horária não poderá ser reduzida, salvo na hipótese de remoção e de mudança de lotação, com a expressa concordância do professor. Nesse caso, a remuneração será proporcional à nova carga horária.
Também vale destacar uma alteração que interfere nas escolas indígenas. A partir deste ano, as escolas indígenas com mais de cem alunos poderão contratar secretários, de acordo com a resolução. Escolas que funcionam em unidade prisional, Centro Socioeducativo e escolas onde a direção é exercida por coordenador não contam com esse profissional. Essas escolas são aquelas que, em geral, têm poucos alunos.
Prazo para a designação
A resolução define ainda critérios para a designação de servidores para o ano letivo de 2015. A chamada inicial para designação será feita entre os dias 28 e 30 de janeiro. Antes desse período, cabe aos diretores de escolas definir o quantitativos de cargos necessários para o funcionamento das instituições.
A designação é a forma de preenchimento de cargo a título precário para assegurar o funcionamento das escolas estaduais conforme prevê o artigo 10 da Lei 10254/1990. Como exemplo, o caso de uma professora efetiva que tira uma licença maternidade em uma escola estadual. Quando não há servidor efetivo na escola que possa exercer a função, ela é substituída por um professor designado durante o período da licença.
Segundo a resolução, terá prioridade no momento da designação o candidato concursado para o município ou Superintendência Regional de Ensino (SRE) e ainda não nomeado, obedecida a ordem de classificação do concurso. Em segundo lugar, estão candidatos concursados para outro município ou SRE. Todos os critérios para a designação estão no Art. 45 na resolução.
Agência Minas
- Esta notícia pode ser lida também nas seguintes redes sociais: Facebook (passosmgonline), Twitter (@eziosantos), Linkedin (Ézio Santos), Pinterest (Ézio Santos) e deve ser compartilhada.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

03
24-
22-
13
09
E
07
Yama-16.03.14
WELLS---160816
15
B

 

 

 

 

Leia mais

Prefeito tem reunião de...
PASSOS (MG) - O prefeito de Passos, Renatinho Ourives, convocou neste domingo(27), uma reunião de monitoramento da crise de abastecimento com os secretários municipais, para definir o atendimento da Administração Municipal, ante os reflexos da paralisação dos caminhoneiros, que continua  sem previsão...
Governador prorroga ponto...
BELO HORIZONTE (MH) - O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, prorrogou o ponto facultativo nas repartições públicas para esta segunda-feira (28) em razão da continuidade da greve dos caminhoneiros. Pimentel convocou nova reunião do Gabinete de Crise para as 14h30 desta segunda, quando o cenário...
Finalistas da Copa União...
PASSOS (MG) - A 1ª edição da Taça União de Futebol Amador já tem os times que farão o jogo decisão para apontar o campeão inédito. Portuguesa, que neste sábado (26), venceu o Penha II por 4 a 2 no pênaltis, depois de 1 a 1 no tempo regulamentar, e Novo Horizontino, que...
Passos FC é confirmado na...
PASSOS (MG) – Oficialmente, o futebol profissional de Passos está volta. Na tarde de sexta-feira (25), foi realizada na sede da Federação Mineira de Futebol (FMF), em Belo Horizonte, a reunião do Conselho Técnico do Campeonato Mineiro da Segunda Divisão (correspondente à terceira divisão no...
Prefeitura quer economizar R$...
PASSOS (MG) - A Prefeitura de Passos pretende economizar cerca R$ 60 mil mensais que, ao final deste ano, significarão mais de R$ 480 mil gastos a menos somente com a folha de pagamentos do funcionalismo. É o que prevê o Projeto de Lei (PL) número 17/2018, que já foi enviado à Câmara Municipal e vem sendo...
Para Pacheco, mineiros...
BELO HORIZONTE (MG) - Pré-candidato ao governo de Minas Gerais pelo Democratas, o deputado federal por Passos (MG), Rodrigo Pacheco, defendeu, nesta sexta-feira (25), em Itabira, o fim da polarização que governou Minas por mais de uma década e que teria 'engessado' o estado. Como alternativa para Minas se desvencilhar...
Greve mobiliza ex-alunas do...
CARMO DO RIO CLARO (MG) - Ex-alunas do curso de Derivados do Leite, realizado em Carmo do Rio Claro, se uniram para produzir doce de leite e queijos. A iniciativa partiu da proprietária da Fazenda Fortaleza, Claudia Marques Carvalho Rollim, para evitar que parte do leite produzido na sua propriedade  fosse descartado, como ocorre em todo...
Projeto coloca Festival no...
PASSOS (MG) - A Câmara Municipal de Passos aprovou em segundo turno o projeto de autoria do vereador Rodrigo Maia (PP) que oficializa e inclui no calendário de eventos do município o Festival Nacional de Teatro de Passos. O evento é promovido pela Associação de Desenvolvimento Cultural (Adesc) de Passos e...
Cursos oferecidos pelo Senar...
Período de 27 de maio a 2 de junho de 2018 FORMAÇÃO PROFISSIONAL RURAL Trabalhador da Cultura do Café / Preparo do Café Pós-Colheita Via Seca Sindicato dos Produtores Rurais de Monte Santo de Minas (35) 3591-1400 01/06/18 a 02/06/18 Monte Santo de Minas Produção Artesanal...
Rodada define classificados...
SÃO S. DO PARAÍSO (MG) - Os jogos desta sexta-feira (25), válidos pela terceira rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro de Seleções de Vôlei Sub-19 definirão a ordem das equipes que vão disputar a próxima etapa da competição. Após as partidas de quinta-feira (24),...